quinta-feira, 8 de maio de 2008

Apenas sábado

Naquele dia,
Em que eu mais precisava de carinho e amor,
Você surgiu.
Minhas mãos estavam frias...
E você as esquentou.

Naquele dia...
Eu estava gelada...
E seu corpo me neutralizou.

Naquele sábado...
Você me perguntou se eu tinha vergonha de você,
A resposta é simples:
Não!
Eu não sinto vergonha de você...
E nunca senti,
Mais meu medo de errar mais uma vez...
Estava impedindo de vivenciar mais daquele momento.
Foram horas conversando...
E os seus abraços acalmavam a minha alma,
O meu ser,
Então naquele momento eu cedi...
E deixei acontecer.

Naquele sábado,
Minha carência era grande,
Mais seu afeto por mim foi enorme.
Como pode alguém ter tanto carinho assim?

Naquele sábado,
Você veio aqui para casa.
Ficamos juntos na minha cama...
Conversamos,
Trocamos carinhos,
Dormimos abraçados...
E nada mais aconteceu.

Naquele sábado,
Você supriu tudo o que eu mais precisava,
Você não sabe o quanto você foi importante,
Mais meu medo de errar mais uma vez...
Impedi de falar isso para você.

Aquele sábado...
Irá permanecer guardado em meu coração.
Estará trancado,
Junto com todas as palavras que foram ditas,
Para sempre,
Apenas em meu coração.
Valkyri

Um comentário:

*****Meus Momentos****** disse...

É Ótimo poder expressar oq sentimos...
Vc consegue transmitir cada detalhe em poucas palavras..
Tem muitos momentos q nos sentimos carente q precisamos de carinho..
Mas um carinho diferente com amor e ternura algo difícil de encontrar!
Quando encontramos queremos mais, por um momento parece satisfazer mas depois vc quer mais!
Bem é isso..
Mil bjs
De sua Satines!